Que mulher corajosa !




Que mulher corajosa!
Que mulher que amava a Deus incondicionalmente!
O sim que essa mulher deu ao anjo Gabriel, simplesmente mudou toda a história.
Ela cedeu e se doou porque entendeu que aquela gestação não abençoaria apenas a vida dela como "cheia de graça", mas que através do nascimento daquele que viria, todos poderiam experimentar a maravilhosa graça de Deus.
Cristãos verdadeiros tem prazer em distribuir a graça de Deus por onde passam  e Maria era assim.
Estar grávida naquela época, exibir uma barriguinha de gestante estando ainda noiva ou mesmo casar já parindo, não era lá muito bem visto pela sociedade da época.Mulheres com comportamentos fora dos padrões eram apedrejadas e pronto.
Por amor a Deus, essa jovem, que dizem os estudiosos teria entre 16 e 19 anos, simplesmente se arriscou por amor e obediência a Deus.Correu risco de vida sim, pois se seu noivo José, a abandonasse, como aliás, ele estava querendo, seu fim seria trágico.
Por um outro lado, Maria encarou a notícia do anjo como um ministério, cuidar de Jesus era algo que ela faria para o Senhor e não para José, não para homens.
Que possamos seguir esse exemplo de determinação em fazer a obra de Deus e entender mais ainda que hoje e sempre é boa , perfeita e agradável a vontade do Senhor.

Em Cristo,

Sou para servir,

Patricia Mota Garcia
0